Páginas

quarta-feira, 4 de abril de 2012

No vale das sombras



Hoje me encontro mais uma vez aqui perdido nos momentos incoerente da vida, e me pergunto mais uma vez o porquê dessa sensação. Algo que deixa a minha alma inquieta e irritada e me pergunto como isso pode ser possível. Mais outra vez tento filosofa de forma coerente algo incoerente, e meus pensamento inundam a minha mente perdida e confusa nos inquilinos responsáveis pelos vales das sombras que atormentam a mente dos inocentes e leais aos princípios do certo e verdadeiro.
Apesar dos meus pensamento se perderem nos abismo da loucura sempre encontrarei uma forma de retorna a minha sanidade ao estado estável por carregar dentro de mim a resposta da luz sempre e essa luz iluminara o meu caminho mesmo que me perca no vale da sombra, pois o meu espirito e meu corpo são superiores que as tentações e as loucuras que esse vale pode propulsionar a minha mente incoerente.
E da forma que você pode se perder nesse vale é o mesmo caminho que você pode fazer para retornar a sua mente ao estado de sanidade.
Novamente me encontro aqui tentando lhe enviar um recado que possa entender porem a sua mente ira demora a compreender a mensagem, mas quando compreender conseguira escapar dos tormentos provocados pelas mentes corrompidas pelas sombras. O caminho será árduo porem no final será uma vitória que trará frutos importantes para sua vida e seu caminho percorrido e ira te ensina que a dificuldades superadas lhe tornaram mais fortes que as mentes que tentaram lhe derrubar e você se sentira um vitorioso diante de tal acontecimento.
Não se deixe perder pelos medos e muitos menos pelos vales que assombram sua mente, e escutei o seu coração palpitar aceleradamente diante dos grandes desafios da vida, e pegue-o na mão e segure firme e vá à luta e derrote os seus próprios medos e desilusões.
Somos guerreiros da luz e como tais têm que vencer os inquilinos das sombras para deixar o caminho dos futuros viajantes seguro e protegido. Viva aos soldados e aos guerreiros de lanças douradas e escudos místicos e asas arcanas que protegem o caminho dos fracos e oprimidos.
E viva a nós por suportar os caminhos duvidosos, e jamais desisti de nossos sonhos e amores da vida. Viva os guerreiros que sobrevivem as batalhas nas quais lhe pertencem e se tornam inesquecíveis pela sua bravura. E viva principalmente para nós mesmo.

By: Adonis Luiz Rosenstiel

Um comentário:

fatosdamidia disse...

NO vale das sombras existem milhares de moradores, lugares cativos no inconsciente de cada um. Batalhar contra os medos é algo diário, eles nos rodeiam o tempo inteiro, mas possuímos uma bravura eloquente que nem mesmos nós acreditamos. Porém, na hora certa, no momento adequado, nossas forças são reveladas e nossa confiança grita alto aquilo que mais queremos ouvir. Nesse momento o tédio torna-se melodia e desafiamos aquilo que mais aflige nossa mente. Não tenho dúvidas de a vitória é algo confortante e está ao nosso lado, basta apenas observar o mundo ao redor e os bons fluidos que nos envolvem.